Sobre

GUTOLAVIGNE

Artista que utiliza a fotografia como uma forma de expressão. Com formação em publicidade e especialista em fotografia, iniciou como autodidata e se aperfeiçoou com uma imersão no ICP (International Center of Photography), em Nova York, desenvolvendo o trabalho "The chair project", sua primeira exposição. Utiliza os retratos como uma forma de despertar as pessoas para sua própria beleza.












Por que fotografar pessoas?



Hoje mais do que nunca a projeção da imagem pessoal é importante. Uma boa foto é quesito que perpassa a publicidade de modelos e artistas profissionais, sendo necessidade de pessoas que desejam desenvolver sua carreira ampliando o alcance de mercado, utilizando meios digitais como as redes sociais e sites especializados.

Como fotógrafo profissional há mais de 10 anos, percebo as pessoas presas e acuadas em frente a câmera, algumas chegam até a prender a respiração, outras fogem e dizem não gostar de tirar fotos, certamente isso reflete na imagem captada pela câmera.

Aos 16 anos iniciei na carreira de modelo profissional, nas primeiras vezes senti essa insegurança, medo de não ficar bom, sem saber como me mover, que expressões fazer, angulações do corpo. Na faculdade de Publicidade estudei técnicas da imagem que fui aprimorando ao me especializar em fotografia no ICP, além de vivências pessoais como yoga e xamanismo que ampliaram minha visão sobre o ser Humano, auto desenvolvimento e auto imagem, que hoje me permite desenvolver uma forma de fotografar qualquer pessoa e conseguir deixa-lá confortável, conhecer o seu melhor ângulo, extraindo sua beleza para estampar no retrato. Pós ensaio, a pessoa se sente muito mais confiante, segura, gostando mais de si mesma, e aquela que antes afirmava não gostar de tirar fotos percebe que era um bloqueio por nunca ter sido conduzida a ter uma boa experiência.